Você não entende porque ele não liga – Capítulo 2: No trabalho e no Colégio/Faculdade/Curso

Olá a todas! No capítulo anterior escrevi sobre o tema: “ele simplesmente não está a fim de você”. Referente as baladas e primeiro encontro, agora vocês ficarão sabendo no trabalho e no colégio/faculdade/curso

No trabalho

Como boa parte da população você foi “obrigada” pelo cartão de crédito a arrumar um emprego. Nisso você foi parar em um ambiente repleto de pessoas, dentre elas, muitos homens. Alguns interessantes, outros, nem tanto. Mas um em especial lhe chamou a atenção.

Ele não está a fim de você:

Ele te chamou para almoçar, passou na sua mesa para conversar, te mandou um e-mail sobre trabalho ou apoiou você em uma apresentação. Ele não está a fim de você, está sendo profissional! É… Algumas pessoas realmente trabalham quando são pagas e ele não é uma exceção.

Se ele estivesse a fim de você:

Te chamaria para JANTAR, só você e ele, em um SÁBADO! Notou a diferença? Te dar pequenos mimos exclusivos (só para você), como dar bombons e elogiar seus “talentos”, também é um indício. Se ele faz isso com todos é porque preza pelo bom ambiente. Ao te enviar e-mails com programação cultural ou propaganda de algum bom restaurante, que não seja por motivos profissionais, ele também está deixando claro que há interesse.

Na colégio/faculdade/curso

Estudar sempre foi uma ótima maneira de adquirir conhecimento sair com alguém. O lado bom é que já dá uma separada no perfil das pessoas, por exemplo, no colégio está todo mundo meio que no mesmo barco, tentando se entender com os hormônios, na faculdade todos querem saber como sair dela e em cursos o interesse está segmentado.

Ele não está a fim de você:

Existem diversas oportunidades para que ele te chame para sair, se não o fez não é porque esqueceu seu nome ou não reparou que você estuda ali, foi só porque não quis! Homens “disponíveis” mapeiam os ambientes assim que chegam e, assim como os demais predadores, identificam suas potencias vítimas. Ser chamada para um grupo de trabalho também não é motivo para se alegrar, sinto dizer, mas não temos muita habilidade em fazer as tarefas e precisamos de alguém para fazê-las. Quando eu era um pequeno urso vivia pedindo para as mocinhas copiarem a matéria para mim, e não é que elas copiavam? Deve ser por isso que minha caligrafia é uma merda até hoje…

Se ele estivesse a fim de você:

Começaria sentando o mais perto possível de você. A aproximação é necessária para que o bote seja dado. Teria que ser obrigado a sondar seu ambiente, saber se você tem alguém, se gosta de sair, se tem alguma DST, e quando poderiam fazer algo sozinhos. Outra coisa muito importante, note se ele gosta de contar vantagens na sua frente, homens são como pavões, não podem ver uma fêmea interessante que já vão mostrando o colorido de suas vidas.

O tão temido “Dia seguinte” também já foi abordado, clique aqui para ler.

Até mais!

Comentários

comentários



Comentários

Powered by Facebook Comments

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )


Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails


Comentários

comentários