Sandália de salto alto é exclusividade feminina ou os homens também podem?

Caro Urso, sou homem, tenho 25 anos e uma vez experimentei usar uma sandália de salto alto e gostei! Agora, sempre que posso, calço uma sandália/tamanco de salto alto! Você acha que tem alguma coisa errada, com este desejo? Anônimo

Caros leitores, como é sabido, recebo neste espaço centenas de perguntas todos os meses, infelizmente não consigo publicar a maioria delas e muito menos, respondê-las. Prometo responder a todas assim que a minha vida voltar ao normal, ok? Contudo, essa me chamou a atenção para um aspecto do nosso cotidiano, a normalidade ou não das atitudes que todos temos.

Sinceramente, no primeiro momento que a li, confesso que pensei, imediatamente, ser mais um caso de “pederastia crônica obscura” ou no popular “viadagem enrustida”! Mas, nesse meu momento de preconceito, pude perceber o quão estava sendo obtuso em meu raciocínio. E daí que o cara gosta de usar salto? Qual o problema?

A minha primeira resposta depois de analisar a situação foi: “nenhum problema!”. Logo em seguida me questionei sobre o que aconteceria se um filho chegasse em casa, durante o jantar de família e mostrasse o par de saltos que acabara de comprar. Putz! “Nenhum problema é o escambau!”, antes de terminar de imaginar a cena já me vi empacotando as coisas do rapaz para poder despachá-lo para um lugar distante.

É sempre assim, como é de nossa natureza, tudo é normal até que aconteça conosco!

Caro “Cinderelo”, sua história é, no mínimo, curiosa. Conheço muitas mulheres que simplesmente detestam usar salto, acham desconfortáveis e, se pudessem, abririam mão imediatamente dessa ditadura da moda.

Em contraponto a essa informação, lembro-me de ter tido relacionamentos com mulheres que mais pareciam centopéias, de tantos pares acumulados ao longo dos anos. Parece até que saiam para comprar refrigerante e, pasmem, voltavam com um novo par, sob o pretexto de combiná-lo com a lata que havia comprado.

Minha ignorância sobre o mundo da moda não me permite aqui elencar as marcas de prestígio que produzem males irreparáveis aos cérebros femininos. Algumas moçoilas chegam a ficar irracionais ao disputar o último par da vitrine em época de liquidação. Aliás, um dia vou discorrer sobre os efeitos que certas palavras têm na mente feminina: desconto, promoção e liquidação! Confesso que as escrevi nesse texto apenas para despertar o interesse das leitoras! Me desculpem, minha alma de marketeiro não resistiu!

Caso você tenha interesse por moda, sugiro dois blogs muito bons: Moda para Usar e Closet Online. No Amélias também há uma seção sobre o assunto, clique aqui e conheça.

Pergunto-me de onde vem sua fixação em esse tipo de sapatos. No caso das mulheres, isso é normal, é uma relação que se estabelece ainda na infância. As garotinhas, como toda criança, desejam ficar adultas logo e têm em suas mães o modelo para ser seguido. Cosméticos, maquiagem e jóias costumam acompanhar muito bem, para infelicidade dos pais, as bolsas e os saltos.

Isso é natural, quase todos tentamos seguir os padrões familiares, os garotos almejam dirigir, vestir-se como adultos e, de forma besta, fazer a barba o mais cedo possível. Depois percebem o trabalho que isso dá, mas aí já é tarde.

Portanto, fica claro que esse seu desejo de usar saltos não pode ser encarado como natural, no sentido de desenvolvimento de personalidade, contudo não vejo nessa peculiaridade um problema.

Sou defensor da liberdade de pensamento, claro que as responsabilidades das ações individuais não podem ficar em segundo plano. Não vejo como seu comportamento poderia prejudicar a outras pessoas. Caso você tenha filhos um dia, por favor, evite exibir seus pares de sapato aos coleguinhas deles, crianças não costumam ser muito abertas a novidades…

Conheci somente um caso igual o seu, um empresário com que trabalhei gostava de usar saltos em suas aventuras sexuais. Como o mundo é pequeno quando se faz merda, a história veio cair no meu ouvido… O cara ia para casas de swing com uma garota de programa, entrava em uma cabine com buracos que não permitiam enxergar quem estava dentro, pedia para usar os sapatos da moça e virava menina! Outros conhecidos já haviam me falado que o sujeito era “fresco”, não saia com as mesmas garotas que os amigos. Posso entender seus motivos…

Resumindo, você pode até não queimar a rosca, mas veio com o software instalado, se vai executá-lo ou não, já não é problema meu!

Abraço do Urso!

Obs. Gostou do texto? Dê um curtir, compartilhe no seu Facebook ou através do Twitter.

Comentários

comentários



Comentários

Powered by Facebook Comments

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )


Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails


Comentários

comentários