Vive reclamando, mas não te larga? Acho que está na hora de você saber a verdade!

Urso, eu e meu namorado estamos passando por uma crise. Ele está com um monte de problemas que acabaram refletindo no nosso namoro. Com isso tudo de ruim em nosso relacionamento e em mim parece que ficou exaltado e ele está enxergando tudo isso com muita nitidez. Ele diz que não quer terminar, mas está distante, frio e chega a me esnobar. Diz que vai melhorar… É só uma crise! Mas eu to ficando de saco cheio de ouvir certas coisas, como por exemplo, que ele está cansado de mim, dos meus defeitos e que sabe que não vou melhorar! O que eu faço? Ah! Tenho 28 anos e ele 26. E temos três anos de namoro. Abraço. Juma

Juma, Juma, Juma… pronta para saber a verdade?

Como você se sente tomando sermão de um cara mais novo que você? Imagino que deva ser irritante, não só por ser mais novo, mas, ao que me parece, ser mais maduro que você.

Calma lá! Não é para me xingar! O fato de ele ser mais maduro que você não quer dizer que ele seja realmente maduro, só é mais que você. Nada além disso.

Se o cidadão fosse dos bons, ele não ficaria enchendo seus ouvidos com esse tipo de comentário. Eles não agregam nada à relação e ainda provocam a sua ira. Não faz sentido! A menos que o meliante queira mesmo é que você “dê linha” (gíria de paulistano), suma, peça para sair, vá até a esquina para comprar tomates e nunca mais volte.

Ele não entende algumas coisas básicas, agora vou dar uma dica fundamental que pode ser usada em várias situações: “nunca sacaneie a pessoa que faz a sua comida”. É óbvio que estou falando no sentido filosófico, a “comida” não quer dizer necessariamente “comida”, pode ser qualquer coisas que seja importante para você.

Se quer continuar apenas te tando um aperto, tudo bem, estando bom para os dois, ótimo. Mas então é melhor ficar quieto… para depois não reclamar de encontrar a testa enfeitada.

Eu não tenho proximidade e conhecimento de causa para opinar com propriedade sobre essa questão, pois não sei pelo que o meliante está passando. A questão é que um probleminha para você pode ser um problemão para ele.

Não estou defendendo que você seja a madre compreensiva do borogodó, mas acho que bom senso cabe em qualquer lugar. Espero que ele não esteja passando por essa fase ruim só porque perdeu o álbum de figurinhas da seleção brasileira de 1982, se é que perdeu… Todo mundo fala que só tinha craques, mas título que é bom… Nada!

Refletindo sobre sua pergunta, acho que ele deve estar é com dificuldade de largar o osso! Isso explicaria o motivo das críticas e a insistência dele em permanecer com você. Gosto de usar a expressão “largar o osso” pois reflete exatamente como a maioria de nós nos apegamos, de forma quase irracional, à alguma coisa ou diversas coisas, assim como os cachorros… Mesmo lá, o osso, sem um pedacinho de carne, fica como objeto de poder do animal.

Tem algo que você faz que supera esses “defeitos”… Você pode ser, com o perdão da expressão, um “fodão”, apontar o dedo para o lugar que ele gosta (uepa!), ter carteirinha de sócia de algum Iate Clube de bacana ou talvez ele te mantenha só por ser minha leitora (até parece)!

Se ele enxerga essas dificuldades e sabe que você não vai melhorar, sugiro que você reavalie suas expectativas, pois as dele já foram rebaixadas. O problema com isso é que, para a sua infelicidade, com menos chance de ganhar, as apostas ficam mais baixas. O que quero dizer?

Vou desenhar na lousa para ter certeza de que entenderá o que eu quis dizer de forma delicada: o cara só está passando um tempo com você! Pronto, falei! Pode ser que vocês até tenham um relacionamento mais sério, porém, as previsões do Instituto de Futurologia Urso Branco não são favoráveis.

Confesso que eu também teria dificuldade em abandonar certas mulheres… Principalmente, as que fazem direito coisas que gosto, por exemplo, cozinhar bem! Aposto que já estava pensando bobagem…

Beijo do Urso.

Comentários

comentários



Comentários

Powered by Facebook Comments

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )


Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails


Comentários

comentários