Aumento de salário: saiba como pedir ao seu chefe

Aumento de salário: saiba como pedir ao seu chefe

Olá a todos e todas. Já há algum tempo tenho uma pauta em mente e agora me surgiu o momento ideal para escrever sobre como pedir aumento para o seu chefe. Melhor deixar claro que não garanto que ele vá dar, mas pelo menos você já sabe exatamente como contribuir para que isso ocorra.

Para facilitar o entendimento e poupar tempo (tempo é dinheiro) de todos resolvi fazer um fluxograma que deverá ser lido antes do restante por conta das questões básicas que podem estar lhe impedindo de receber um aumento.

como pedir aumento para seu chefe

Muito bem, presumo que, como você está lendo, você seja realmente competente. Claro que também há uma chance de que você não tenha senso crítico ou saiba que é vagabundo e decidiu continuar lendo só por farra mesmo, de qualquer forma, seja bem vindo ao caminho das pedras para os competentes!

A primeira coisa que você deve entender é que o mercado não é maluco, existem algumas regras que comandam os salários normais, por exemplo, o seu e o meu. O salário de estrelas do rock, apresentadores de televisão ou jogadores de futebol obedecem outras regras.

Os nossos salários são baseados no quanto podemos agregar a uma empresa, seja em experiência, em força de trabalho ou em rede de relacionamentos. Os do segundo caso tem mais a ver com o uso da imagem para ações de marketing.

Jogador de futebol é um bom exemplo, o mais habilidoso ganha mais porque aparece mais, isso traz torcida para um clube, torcida que consome produtos e atrai patrocinadores.

A regra dos salários, encargos e impostos

Basicamente nossos salários devem obedecer uma regra muito simples, devemos gerar capital numa razão mínima de 3 por 1. Por exemplo, alguém que ganha R$ 1.000,00 deve gerar, no mínimo, R$ 3.000,00 para a empresa.

Alguns devem estar pensando “Que patrões sacanas, eu ralo aqui e eles é que se dão bem!”. Bobagem pura!

Faça as contas e verá que está muito equivocado e que, na verdade, se só gerar o triplo do salário está com um pé no departamento pessoal.

Graças aos governantes temos uma legislação trabalhista e uma carga tributária que parece querer empurrar todo mundo para a clandestinidade. Vamos supor que a empresa viva exclusivamente do seu trabalho e o venda por R$ 3.000,00.

Vou arredondar os números para facilitar, ok? Logo de cara, assim que o “empresário” emitir a nota fiscal, cerca de R$ 600,00 serão utilizados para impostos.

O seu salário também custará um pouco mais do que o que você recebe, algo próximo de R$ 2.000,00, por conta dos encargos trabalhistas, caso tenha sua carteira assinada. Somando encargos e impostos, você custa algo próximo de R$ 2.600,00, o que gera ao seu chefe apenas R$ 400,00!

Nesse caso, um pedido de aumento é ridículo, concorda? Pois ainda existem os custos com o local de trabalho (luz, água, energia elétrica, internet, telefone), equipamento e demais investimentos.

Primeira regra: nunca peça um aumento se sua função não estiver rendendo dividendos para a empresa!

Dou lucro, quero meu aumento!

Considerando que seu aumento faz sentido, preparei algumas dicas para facilitar sua vida.

Hora certa

Se a empresa estiver passando por dificuldades e tem previsão de melhorar, melhor aguardar um pouco. Evite fazer pedidos no final do mês, melhor que seja logo após o pagamento, uns cinco dias. Dá tempo para o sujeito pensar. Sob hipótese alguma peça aumento assim que um novo cliente for captado, esse comportamento equipara um funcionário a um urubu.

A formiga e a cigarra

Sabe aqueles momentos de ociosidade? Use-os! Estude o que for relevante para melhorar o seu desempenho ou o da empresa. Pense em maneiras de reduzir custos ou aumentar a receita. Qualquer um pode fazer isso, desde um alto executivo até um garçom! Saia do bate-papo que não leva a nada e mostre que é capaz de ser proativo!

O coleguinha não lhe diz respeito

Em hipótese alguma compare seu salário ao de outro profissional da empresa. Isso lhe enfraquecerá, te fará parecer invejoso. Cabe ver o que o outro faz a mais que você. Se seu chefe não for um cretino que dá privilégios para alguns, a observação poderá ser útil.

Trabalho em EUquipe

Certa vez, ao pedir um aumento, percebi que se fizesse o meu trabalho e ajudasse mais alguém a fazer o dele, isso ajudaria. No fim das contas, o trabalho de equipe ajuda os colegas, mas o grande beneficiado é você mesmo.

Sensibilizar, motivar e mobilizar

Ser ouvido não é fácil. É preciso ter estratégia, pois a ordem do discurso vai alterar o resultado. Primeiro peça a atenção do chefe, depois lhe dê motivos para que ele endosse seu pedido e só então peça o aumento.

Não se justifique

Tenha uma coisa em sua mente: você precisa de um aumento e não de um psicólogo! Falar das suas necessidades não ajuda nessa hora, você pode ter um aluguel para pagar ou querer torrar o dinheiro no shopping, isso não interessa ao chefe e não é levado em consideração para que receba um aumento. A empresa nada tem a ver com sua vida pessoal e como controla suas finanças.

A grama do vizinho

Você recebeu uma ótima oferta de salário em outra empresa? Ótimo! Não coloque a questão na mesa de negociação. A impressão que você deixa é de ser um terrorista ou sequestrador! O “Me pague melhor ou irei embora para outra empresa” não é bem visto e pode fechar uma porta definitivamente. Leilão então, é pior ainda. O Ronaldinho Gaúcho que o diga…

O jeito certo e o errado de se pedir um aumento

Apesar de ter dado diversas dicas, pode ser que ainda assim você não entendeu bem o que eu quis dizer, portanto, vou exemplificar:

O approach errado

-       Bom dia, chefe! Como foi o final de semana? Tudo bem com a esposa? E o timão, hein?

-       Bom dia. Tudo bem, obrigado.

-       Então, aproveitando aqui esse nosso momento de intimidade queria te falar de um problema sério. Meu filho mais novo, o Wandergleydson Júnior, o rapa de tacho da família, está precisando colocar aparelho nos dentes e vou precisar de um aumento. Espero que o senhor entenda, o mercado aí fora tá concorrido, o Gervázio (dono de outra empresa) me ofereceu mais dinheiro (duas moedas e uma baré cola) e queria saber se o senhor topa cobrir a oferta.

O approach correto

-       Boa tarde, quando o senhor tiver 15 minutos poderia conversar comigo, por favor?

-       Ok. Pode ser agora.

-       Então, trabalho aqui há 3 anos, gosto das pessoas e estou muito satisfeito com a empresa. Meu trabalho está correspondendo às suas expectativas? – em caso afirmativo, continue – Nos últimos tempos venho aprendendo mais, desempenhando melhor ofício e acredito que está na hora de receber um aumento. O senhor poderia avaliar a questão, por favor?

Simples, não é? Primeiro você disse coisas que o chefe gostou de ouvir (espero que sejam verdade), depois recebeu uma avaliação do seu trabalho, deu motivos para que ele pensasse a respeito e pediu uma ação.

A lógica é tirar você do campo da despesa e passar para a área de investimento. Pense nisso. Ninguém é insubstituível no ambiente corporativo, portanto, comece o processo pensando se o que você produz realmente traz retorno para quem “investe” no seu salário.

Até mais!

PS. Amanhã publicarei a forma de conseguir seu aumento sendo incompetente!

PS.2. Curtiu? Aperta aí o botão e compartilhe!

Conheça o novo blog do autor do Pergunte ao Urso

O Pergunte ao Urso não está mais sendo atualizado, mas seu autor começou outro blog que mistura crônicas com músicas brasileiras (MPB e Bossa Nova). O projeto leva o nome de "Naquela Mesa". Clique e conheça!

Comentários

comentários



Leia também


Descubra se sua agência de mídia social é sem vergonha e pare de torrar dinheiro
Senhora ao notebook ajudada por dois garotosAs empresas estão muito mal servidas de agência de mídia social. Descubra se a que você escolheu é sem vergonha ou tem entrega profissional Leia mais

Neymar expôs os cabeças de bagre e a falta de qualidade no futebol brasileiro
Close em bola de capotão velhaExposto em campanhas publicitárias ou mostrando habilidade dentro de campo e inteligência fora dele, Neymar acabou com o mito do sucesso europeu Leia mais

Colegas de trabalho ou trombadinhas com CLT?
Cachorro atras das gradesO que fazer quando os colegas de trabalho furtam coisas da empresa? Se juntar ao esquema, chantagear os gatunos, denunciar ou não fazer nada? Leia mais

Comentários

Powered by Facebook Comments

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )

Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails


Comentários

comentários