Como dizer não a um homem quando ele quer sexo

Como dizer não a um homem quando ele quer sexo

Oi Ursinho lindo, estou com um problemão que não sei como resolver e gostaria de suas opiniões. Tenho um relacionamento há alguns meses, adoro ele, nos damos muito bem na cama e fora dela, mas nem sempre estou com vontade de fazer sexo e percebo que isso o incomoda bastante. Na verdade, toda vez que digo não é um problema. Tem alguma forma de dizer não sem estressá-lo? Joana

Olá “Joana que não gosta de banana”, primeiramente quero agradecer pela pergunta, imagino que muitas mulheres devem passar por algum tipo de situação constrangedora como essa, talvez até mais de uma vez por semana e, em alguns casos, mais que uma vez por dia, dependendo do tarado com quem elas se relacionam.

Realmente dizer “não” deve ser muito chato, mas uma coisa eu te garanto, escutar um não é infinitamente vezes mais chato ainda. Assim como a maior parte da população masculina, odeio um “não”, até porque sou dos que não negam a pátria nem nos piores momentos da vida. Essa é uma daquelas respostas que metade das mulheres vai querer me matar e a outra metade também, mas utilizando crueldade.

Pelo que pude notar através do meu twitter, em uma pesquisa informal que fiz, a maioria das mulheres já fez sexo sem estar com vontade, as motivações foram das mais diversas. Gente que não queria discussão, outras que sabiam que o parceiro não entenderia e teve até quem fizesse só para poder dormir cedo.

É engraçado ver como algumas mulheres lidaram do assunto, agindo como se estivessem fazendo um enorme favor ao cidadão e, dependendo do sexo que o cara faz, realmente foi um favor, mas vou pressupor que você, mulher que me lê, está com um cara que sabe fazer direito. Até porque, se não estiver, merece o pouca bosta que tem só pelo comodismo.

Porra, é preguiçosa para arrumar um cara que presta e ainda quer ser feliz no sexo? Toma, trouxa!

Agora, tenho uma novidade para as feministinhas de plantão que consideram um feito ter uma relação sexual quando não estavam a fim: ao contrário do que pensam, os homens não estão sempre com tesão! Algumas vezes não estamos a fim, chegamos até a transar por dó em determinadas situações, mas com uma diferença, não nos consideramos heróis de guerra por isso, sabemos que toda relação merece dedicação e sacrifício. Antes que me apedrejem, só estou falando dos homens, meninos não contam. Ah, só para constar, também fingimos orgasmo! Pois é, na cara larga tiramos a camisinha e jogamos fora para evitar o constrangimento para a moça!

Cuidado com a comunicação

Antes de falarmos sobre como dizer um “não” sem causar a terceira guerra mundial, gostaria você que prestasse atenção em um detalhe da comunicação interpessoal: uma coisa é o que você fala, outra, muito diferente, é o que a outra pessoa escuta.

Eu sei que parece besta, mas quando falamos em relacionamentos afetivos, todos temos uma bagagem, mesmo que pequena, que nos faz entender o mundo de forma diferente. Por exemplo, quem teve uma história de rejeição pode interpretar um “não” como uma declaração de guerra, ao ponto que outra pessoa pode simplesmente entender que aquele não é um bom dia.

Vamos por partes, ok? Homens são seres que têm dificuldade em falar sobre seus sentimentos e por esse motivo talvez não lhes digam a origem de suas insatisfações sobre sua postura negativa antes do sexo. Sinto muito, mas em alguns casos não será tão fácil descobrir.

Frequência do “problema”

Cara Joana, antes de começar a entender se o problema é mesmo do outro, sugiro que reavalie as circunstâncias em que essas situações ocorrem.

Uma vez ou outra acontecer de não estar com vontade é normal, mas se acontece várias vezes, acredito que talvez não haja sinergia entre as partes e a relação deve ser revista, e, sinceramente, encerrada.

Dizer “não”, apenas por dizer “não” é o que o sujeito não aceita, então vale a pena explicar e até mesmo ter uma conversa franca em outro momento sobre as suas motivações sexuais.

Por que em outro momento? Vou dizer uma coisa, dependendo do momento que o “não” acontece, temos vontade de cometer um homicídio, mas logo passa. Deixe-me ver se consigo traduzir o sentimento para o universo feminino…

Sabe quando você está com muito tesão e quer transar, fica lá dando uns apertos no cara e de repente o meliante broxa? Então… É mais ou menos igual! Imagino que deva bater aquela vontade louca de mandar o cara à merda. Aproveite o momento e leia o clássico “Por que os homens broxam?”.

Outro ponto nessa história é que, da mesma forma que as mulheres podem se sentir rejeitadas emocionalmente quando o cara nega sexo, apesar de todas as máscaras de machões que usam, os homens também sofrem desse mal e mesmo não parecendo, são gente assim como você.

O que é o sexo, para os homens?

É certo que alguns indivíduos fazem sexo por necessidade biológica, aí é mais fácil lidar com eles, simplesmente se separe e arrume coisa melhor, vai ser libertador para ambos, acredite em mim. Encare os fatos, ele queria uma masturbação terceirizada e você queria entregar uma mulher, com defeitos e qualidades, por outro lado, você queria um homem e ele queria te entregar um vibrador que não funciona sempre.

Porém, muitos homens consideram sexo como uma experiência emocional de conexão com sua parceira, ou seja, se o cara realmente gostar de você, ficará mais complicado negar o sexo sem magoá-lo. Mas, a vida é dura mesmo, algumas mulheres vivem reclamando de que os homens não se envolvem, porém quando conseguem a atenção do cara, reclamam de que são exigidas demais.

Mesmo que diferentemente das mulheres, que chegam a passar o dia pensando em como a noite será, os homens também criam expectativas sobre o que acontecerá quando as luzes se apagarem. Guarde uma regra para o resto da vida: a quebra das expectativas é a mãe da confusão.

Não adianta querer que o cidadão seja sensível o suficiente para perceber que você não está bem naquele dia por qualquer motivo que seja. Cada um reage diferente diante de um problema, enquanto uns ficam tristes outros ficam eufóricos e mesmo assim não somos máquinas reprodutoras de um único comportamento, podemos variar também.

O melhor a se fazer é falar o quanto antes que o momento não é dos melhores e explicar o motivo. “Mas, Urso, toda hora ter que explicar é um saco!” – brada a leitora indignada. Olha, eu já escrevi isso no início da resposta, se estiver acontecendo com frequência sugiro rever a relação. Pode ser que o seu lado não esteja muito aí para o parceiro e está com ele por comodismo, ou ele tenha algum problema cognitivo (para não chamá-lo de burro) que o impede de somar dois mais dois.

Compensando o “não”

Oferecer compensações como sexo oral é uma atitude nobre nesse momento… Se ele não estiver muito necessitado é bem provável que não aceite. Se aceitar já sabe, nada de nojinho! Mas, entendo que, em alguns casos, você e o restante da mulherada simplesmente não estão a fim de ver um pinto nem que seja pintado de ouro. Aí é que entra o bom senso. Será que ele faria o mesmo por você se fosse “necessário”?

Se o sujeito é companheiro, se esforça quando você precisa e não nega fogo quando você quer, acho que vale a pena um pequeno esforço.

Oferecer uma noite de sexo alucinande no dia seguinte, por mais que pareça bom, não vai salvar sua pele, a menos que a proposta seja feita antes da barraca armar. Ereção é foda! Explica para o pinto que, apesar dele estar pronto para o combate, só acontecerá algo no dia seguinte…

Discordo de quem fala que “sexo, mesmo quando é ruim, é bom”, para mim, quando é ruim, é um pé no saco. Mas, acho que se não for considerado como obrigação vale a pena tentar prosseguir, diversão de qualidade é sempre bem vinda.

Até mais!

Ah, importante, se não precisar de dicas para o oral leia em “Sexo oral: dicas preciosas que toda mulher deveria saber! Como e o que fazer?“.

 

Conheça o novo blog do autor do Pergunte ao Urso

O Pergunte ao Urso não está mais sendo atualizado, mas seu autor começou outro blog que mistura crônicas com músicas brasileiras (MPB e Bossa Nova). O projeto leva o nome de "Naquela Mesa". Clique e conheça!

Comentários

comentários



Leia também


Que os marmanjos morram de inveja! Tem leitora querendo mais uma garota para a relação enquanto você está chupando o dedo.
Duas mulheres velhasO namorado quer mais uma na cama, ela também. Ela quer uma desconhecida... procure em uma casa de swing ou em sites especializados. Leia mais

Sexo anal. Por que os homens gostam tanto? 7 mitos e algumas verdades
Moeda e botão de rosa de papelObjeto de desejo masculino, assunto tenso para muitas mulheres: por que os homens gostam de sexo anal? Confira 7 mitos e algumas verdades sobre aquilo que eles mais desejam. Leia mais

Como ser boa de cama? 10 dicas para marcar a história dele
dua pimentas formando um coraçãoAs mulheres sempre estão preocupadas em fazer o melhor, mas será que ser boa de cama é só sexo mesmo? Intimidade e discernimento ajudam Leia mais

Comentários

Powered by Facebook Comments

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )


Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails


Comentários

comentários