F.A.Q.Yourself

Caros leitores curiosos, resolvi facilitar a vida de vocês e deixar aqui algumas respostas sobre mim e o blog. Se faltou alguma pergunta deixe um comentário que eu respondo depois.

1. Quem é você?
Clique aqui e seja encaminhado para a página onde respondo essa questão.

2. Como você se define?
“Ruim por natureza, mas bom por necessidade.”

3. O senhor é usuário de algum tipo de droga?
Não. Uso PC, por mim a Apple afundaria em um mar de lama, junto com o Big Brother e 90% da programação da TV brasileira.

4. A idéia do blog não foi baseada na Bárbara Gancia?
Quem é essa?

5. Qual o horário de funcionamento do blog?
Já estamos operando 24 horas, torcendo para que, o mais breve possível, o dia tenha 36.

6. O que é exatamente o blog Pergunte ao Urso?
Basicamente o blog Pergunte ao Urso é um grito de revolta proveniente de uma mistureba feita de uma pitada de sarcasmo, um tantão de ironia, duas colheres humor negro, “mei-quilo” de frases de efeito e um ou dois chavões. Basta bater tudo no liquidificador e esperar meia-hora para servir.

7. Como posso ajudar o blog?
Envie perguntas para o [email protected], faça parte da comunidade do Urso no Orkut (não esqueça de responder as enquetes e também propor novas), siga o blog no Twitter (http://twitter.com/pergunteaourso) e dê um curtir na fanpage do blog no Facebook (http://facebook.com/pergunteaourso/). Se você tiver um blog pode copiar os textos do Pergunte ao Urso, só não esqueça de citar a fonte.

8. Mas qual o objetivo deste blog?
Dominar o mundo e fazer de mim um urso milionário para que eu possa esnobar o Puff.

Sem mais delongas, o objetivo deste blog é muito claro: levar uma dose de irreverência em um mundo cheio de problemas reais.

9. Você tem Orkut? Posso entrar nele?
Tínhamos, mas tudo que é bom acaba. Orkut também acabou!

10. Por que “Urso Branco”?
Não gosto de marrom e com toda essa discussão filosófica racial, fiquei em dúvida se deveria me chamar Urso Preto, Urso Negro ou até mesmo Urso Afro-descendente. Em dúvidas filosóficas como esta, faço como as “secretinas” mais estúpidas, porém dotadas de outras aptidões:

– Dona Janice, marque uma reunião para a próxima sexta? – brada Dr. Olavo
– Mas, seu Olavo, desculpe, Dr. Olavo, sexta é com SS ou CH? – indaga Dona Janice
– Muda para quinta e encerra o caso! – responde Dr. Olavo

11. Esse negócio de Urso não é coisa de boiola, baitola, florzinha, frutinha, queima-rosca?
Outra questão capciosa, mas de fácil resposta. Pergunta para sua senhora, mulher de vida fácil, deflorada, despudorada… Que coisa essa de querer saber quem dá ou não dá? Não me segue porque não sou novela! Quero deixar claro que a maioria dos enrustidos vêem homossexualismo em tudo…

12. Por que resolveu escrever um blog?
O blog teve diversas motivações, os amigos me incentivaram bastante, a falta de humor no dia-a-dia também, mas creio que precisava descarregar um pouco a tensão gerada pelas perguntas que não posso responder pessoalmente. Confesso que ficou divertido poder responder questões sem filtro, na lata, doa a quem doer.

13. Mas por que resolveu fazer um blog com perguntas idiotas?
Lei da oferta. Tive muita dificuldade em fazem um blog com perguntas inteligentes, de fato elas estão bem escassas. Vou parafrasear meu amigo molusco – leia com a língua presa – “Nunca antes neste país se falou tanta merda como agora”.

14. De quem é a culpa pela mediocridade generalizada?
Posso garantir que minha não é! Quando o sujeito vem com uma pergunta, eu vou logo descendo a porrada para ver se o cidadão toma vergonha. Eu acho que tem “culpa todo” mundo: culpa da Xuxa, do Governo Federal, do Papa, dos grupos de axé, das novelas que emburrecem o povo, dos pais, dos filhos, enfim, a coisa está feia mesmo!

15. Quantas perguntas você responde por semana?
Respondo uma média de 10 perguntas, destas umas 2 ou 3 são publicadas no blog e o restante das respostas envio diretamente para o solicitante. Mas se a galera fizer uma vaquinha posso parar de trabalhar e só responder perguntas…

16. De onde você tira as respostas?
Depende. Se for uma pergunta séria que envolva situações mais complexas, consulto amigos que são especializados na área, por exemplo, recebi uma pergunta sobre depressão, consultei três psicólogos para poder responder.

No caso das perguntas estúpidas é bem mais fácil. Basta responder utilizando o raciocínio mais lógico possível.

17. Não gostei de uma resposta que você deu. O que faço?
Antes de qualquer coisa, vá catar coquinho! Aperta Ctrl + W ou Alt F4! O cara que tentou agradar a todos acabou pendurado numa cruz… Se você estiver com muita mágoa no coração, escreva um comentário, costumo aprová-los.

18. Por que meu comentário está aguardando moderação?
Porque estou rastreando seus dados bancários e transferindo todos seus bens para mim… – brincadeira, é leitor, eu tenho que escrever que estou brincando, pode parecer óbvio para a maioria, mas acredite em mim, nem todos entendem uma ironia.

19. Por que meu comentário não foi aprovado?
Tenho uma política de aprovação que considero muito justa, aprovo qualquer comentário que contenha um e-mail válido. Todos os comentários postados têm seu IP gravado e eu não tenho o menor pudor em encaminhar aqueles que passam dos limites para o DEIC – Delegacia de Crimes Eletrônicos.

20. Quero receber as atualizações do blog por e-mail, como procedo?
Mamão com açúcar, pode clicar aqui e se cadastrar através do Feedblitz.

21. Por que recebo e-mails do seu blog?
Vou falar a verdade para você, só porque foi educado, falo que sou ateu, mas é mentira, bato tambor nas horas vagas e sou “cavalo” de uma entidade high-tech. Quando a incorporo, ela me “sopra” os emails. Tipo Xico Xavier… Vou psicografando tudo…

Você pode receber o e-mail do Pergunte ao Urso por diversos motivos, você pode ter sido indicado por alguém através de formulário ou via e-mail, eu posso realmente conhecer você ou alguma vez você pode ter enviado algum e-mail para mim.

Não capturo e-mails na Internet, acho isso péssimo. Como você já percebeu, não tenho dons extra-sensoriais, portanto não consigo adivinhar seu e-mail…

22. Não quero receber mais os e-mails. Como faço?
Justamente por eu não ter um controle preciso de como seu e-mail veio para em minha lista de contatos, todos os comunicados que envios contêm informações que explicam como pedir a exclusão. Você pode também me mandar um e-mail, agradeço se for de forma educada.

23. Pedi a exclusão e voltei a receber. Você não cansa?
Cara, toda solicitação de exclusão que chega eu atendo, porém não tenho como evitar se alguém incluir seu e-mail novamente através do próprio blog. Porra, apaga essa merda sem ler e ponto final!

24. Por que o e-mail que recebo tem trechos em inglês se o blog é em português?
Utilizo um serviço on-line para distribuir os comunicados do blog, o Feedblitz (americano). O fato é que não existe serviço similar no Brasil.

25. Você é um spammer?
Sou! Para sua informação, você também é! Toda vez que você manda um e-mail para alguém sem pedir autorização você está enviando um SPAM, pode ser até mesmo para sua mãe, ainda é SPAM.

26. Você recebe muitos e-mails mal-educados?
De vez em quando recebo um ou outro, costumo ligar o botão do “foda-se” e nem responder, mas às vezes também dou porrada. Estou pensando sinceramente em colocar uma página no blog com os e-mails mais sem noção que recebe, é claro que o e-mail e o IP do indivíduo vão junto.

27. Existe algum critério para publicação das respostas? Você responde por ordem de chegada?
Existe um critério rigorosíssimo para publicação das respostas, o meu. Respondo quando bem entendo e publico conforme me dá na telha, isso faz parte da minha personalidade ursolística.

28. Qual a renda média de um blogueiro?
Eu sou macho rapá, não uso renda porra nenhuma!

29. Você já ganhou muito dinheiro blogando?
Já! Mas gastei 90% dele como bebidas, mulheres sem pudor algum, comida da melhor queo dinheiro pode pagar e jogo, muito jogo. Os outros 10%, desperdicei.

30. E se eu quiser convidar você para sair?
Sou muito seletivo, envie fotos de biquine para o meu email.

Mas adianto que, blogar não é uma das atividades que fazem um cara sair por aí pegando a mulherada geral. Imagina só a cena:

– O que você faz? – pergunta a moçoila.
– Eu escrevo um blog onde respondo de forma estúpida diversas perguntas idiotas. – respondo.
– Hummm, legal, olha só, minha amiga está cansada… – finaliza a questão com um sorriso amarelo.

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )


Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails