“Ele não gosta de fazer sexo oral”

Caro Urso, estou com um rapaz a uns 6 meses, e quando transamos rola tudo, mas ele não faz sexo oral… Ele até já tentou se explicar sozinho dizendo que é a única coisa que ele não gosta de fazer porque foi uma coisa que ele experimentou e que não gostou. Acho que essa experiência que ele teve não foi das melhores e ele ficou traumatizado. Mas meu ex namorado adorava fazer e eu estou sentindo muita falta, mas não quero que ele faça algo contra a vontade. E agora, como faço para o meu namorado resolver esse problema? Mari
Olá Mari, não sei bem como respondo sua pergunta, pois acho que não vou agradar na resposta. Como diriam os antigos, “cachorro que rejeita osso, pau nele”. Sei lá, não acredito que esse relacionamento tenha futuro. Muita gente vai argumentar que é bobagem terminar uma relação por conta de uma diferença como essa, sexo oral é coisa séria.

Em minha opinião, uma diferença sexual não é uma bobagem, é um abismo! No início de carreira caí no conto de que para uma relação dar certo só seria necessário ter uma boa convivência e que o sexo poderia ser morno.

O tempo me ensinou algumas coisas, dentre elas a máxima: “sexo morno é o caraleo!”. Não dá para ficar se aborrecendo dia após dia com negativas da outra parte.

Do jeito que você colocou, sexo oral é sim uma coisa importante para você e seu namorado sabe disso. Desculpe-me a sinceridade, mas se o sujeito não tem afinidade com a vagina a ponto de ter problemas em meter a boca lá não faz nem sentido que uma mulher como você faça sexo com ele.

Eu sei que estou sendo radical, porém não existe solução para isso a não ser trocar de namorado. Com certeza existem mulheres que não gostam que seus parceiros caiam de boca, ele precisa encontrar uma dessas e viver a vida plenamente.

Da mesma forma que não acho justo que ele seja obrigado a fazer o que não quer, afinal, ninguém é obrigado a gostar do cheiro ou do gosto que a coisa tem, também não vejo porque você deveria viver se privando dos seus prazeres.

Mari e demais leitores do P.a.U., tio urso explica para vocês, procurem, além da identidade pessoal, a sintonia sexual. Eu sei que depois que a idade chega tudo fica mais morno, mas não é por isso que deve ser morno desde o princípio.

Hoje como muita carne vermelha, abuso dos condimentos, não faço conta para um bom doce, tudo isso porque algum dia sei que terei que tomar sopa e controlar a dieta! Só não vou antecipar o sofrimento, vai que os Maias acertem a previsão e o mundo acabe em 2012? Iria ficar muito puto em ter feito dieta antes do tempo!

A mesma coisa serve para relacionamento, eu queria poder te dar alguma solução diferente, mas não dá para tapar o sol com a peneira. Aceite os fatos: o cara não curte! Nada irá mudar isso, não adianta botar corante nela, cortar moicano, passar essência de baunilha, quando um sujeito não serve para a coisa vai acabar fazendo com tamanha vontade que você irá preferir que não faça mais.

Alguns leitores contribuíram através do Twitter, seguem as pérolas:

“Compre um vibrador clitoriano” @paulinha_damico
“Lavar a xereca de vez em quando” @pronin
“Não faça nele também! Oral com oral se paga.” @lu_audrey
“Leite condensado” @janainavallim
“Não tem outra opção. Só a troca mesmo.” @camilamoraes
“Utilize molho barbecue” @corinthiana

Muito bem! A galera da fan page do blog também não deu mole, a maioria sugeriu a troca do modelo por um mais “funcional”. Agora você tem várias sugestões…

Se ele for fã dos Simpsons tá aí uma solução!

Uma que ninguém deu, mas faço questão de indicar, chama-se camuflagem. É isso aí, você deve enganar o cidadão, em cima uma foto de exemplo.

Até mais Mari, quem tem boca vai a Roma, mas se não souber usar perde a mulher que tem em casa!

Comentários

comentários



Comentários

Powered by Facebook Comments

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )


Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails


Comentários

comentários