Inversão de papéis e homossexualidade

Inversão de papéis e homossexualidade

Caro Urso. O cara que é muito bem casado, mas também gosta de dar a bunda – junto com a mulher, porque é bom para c a r a l h o ! É também considerado um viado? Não é um amigo meu não, sou eu mesmo.

Que pergunta!!! Como o leitor mandou a questão de forma anônima achei por bem chamá-lo de Kakazinho, não que haja qualquer tipo de referência ao ídolo do futebol que impera nos campos italianos depois de uma passagem pelo Bambinera Morumbi, resolvi por esse nick de forma aleatória.

A maneira que a pergunta foi feita dá margem a diversas interpretações:

  1. Marido e mulher queimam a rosca ao mesmo tempo. Será uma suruba?
  2. Marido e mulher gostam de dar marcha ré, porém um de cada vez, para não arranhar a lataria? Seria o famoso troca-troca?
  3. Marido gosta que mulher faça o trabalho dele enquanto ele faz o suposto trabalho dela?

Outro ponto que percebi é a necessidade da afirmação contida na pergunta “O cara que é muito bem casado”. Minha análise da questão deveria variar dependendo da situação que se encontra o matrimônio?

Vou levar em consideração só a terceira hipótese. Já ouvi falar muito do chamado fio-terra, mas nesse caso creio que não é disso que se trata, parece mais uma situação envolvendo logo um pára-raios, pois um, dois ou três dedos não devem aliviar a tensão.

É muito comum os homens sentirem prazer na região anal por causa da estimulação da próstata, contudo para que esse “carinho” aconteça, acho que não basta mais do que um empurrãozinho. Quanto a isso não vejo porque a orientação sexual deve ser contestada, agora se o cidadão quer ser possuído, usar calcinha, tomar uns tapas e ser chamado de vadia enquanto morde a fronha, vejo que a situação é muito clara: o sujeito é gay!

Segundo teorias da psicologia todo ser humano se relaciona homossexualmente, até existe uma teoria de que homossexual é um individuo que sente prazer apenas por conviver com outros do mesmo sexo. Segundo essa lógica, poderíamos afirmar que o chamado veado, bambi, pederasta, bichinha, baitola, boiola é o mesmo que um homossexual Plus, pois além de conviver ele também adora conhecer o ‘interior” do próximo.

E depois o povo insiste que ir ao psicólogo não é coisa de viado! Será que Freud queimava?

Então, caro Kakazinho, a psicologia absolveu você, pois ao que tudo indica, ao ter prazer com uma mulher você está livre de ser chamado de baitola, contudo não acho que esse tema deva ser abordado por você com sua turma do futebol, mesmo que seja com os colegas tricolores.

A propósito, você sabe sabe cantar o hino do São Paulo? Só curiosidade. Tenho um acordo com o restante do reino animal que não me permite entrar em polêmicas com outros animais, sejam eles, vacas, piranhas, galinhas ou até mesmo veados.

Já vi que vai chover comentários das exaltadas! Como disse a própria Sandy, é possível ter prazer anal! Agora, se for com um travesti respondi em outro post.

Até mais!

Ps. Sei que exagerei, mas não resisti. Deixando as inevitáveis brincadeiras de mau gosto de lado, o que você está fazendo é denominado “inversão de papéis” e nada tem a ver com homossexualidade. Teoricamente é um fetiche, mas se você só tiver prazer dessa forma recomendo procurar um psicólogo.

Comentários

comentários



Leia também


Xiii! Da fruta que você gosta ele comeu até o caroço? Qual o limite para o que acontece entre quatro paredes?
Ela quis que ele transasse com outro homem e descobriu que ele tem uma preferência por pirulitos... quis colocar a prova e perdeu de vez. Leia mais

Casamento por um fio… terra! Marido deixa esposa de lado para curtir momentos com brinquedo!
homem com cara de assustadoMarido usa vibrador para prazer individual e não satisfaz mais a mulher, será que ele é? Leia mais

Beijo grego. Carícia ousada, prazer e pudor
Casal andando com a mão da moça no bolso traseiro da calça do rapazO beijo grego costuma ser uma carícia que costuma dar muito prazer. Convença ele a deixar o pudor e o preconceito de lado para experimentar Leia mais

Comentários

Powered by Facebook Comments

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )


Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails


Comentários

comentários