Namorado prefere dividir o pão com os amigos do que comer sozinho! Diz que me ama, mas quer me ver com outro…

Urso, tudo bem? Namoro há 4 anos e meu namorado adora fantasiar na cama imaginando que estou transando com outros caras. E acaba que sempre ele fica me instigando a fazer de fato isso… Eu sempre argumento com ele, dizendo que ele está me empurrando para fora do relacionamento. Ele diz que é pra eu fazer apenas sexo (é claro, sexo seguro), eu não consigo aceitar colocar essas fantasias na prática…mas te confesso que já coloquei algumas vezes, mas sempre me senti muito mal depois. Ele diz que sente muito tesão e tb muito ciúmes e medo de me perder, mas acaba cedendo a tentação do tesão e fica me instigando. Será que isso é normal? Querer ver a mulher que ele diz que ama transando e chupando outros carinhas? Espero que não embanane sua cabeça..rsrs Abraços, Tati.

Olá Tati “Quebra-barraco”, precisei de uns 5 minutos de reflexão para saber como lhe responder pois esse assunto dá muito pano para manga. Como já é de meu costume, prefiro, em casos cabeludos, fatiar os motivos que levam as pessoas a se envolverem nessas relações complicadas. Eu poderia ser muito sacana e falar que seu namorado é super-hyper-mega-ultra normal em querer ver a mulher saciando os desejos dos outros, é claro que logo depois pediria uma foto atualizada sua, com, no mínimo, um biquininho bem miudinho. Porém, aí eu estaria advogando em causa própria, o que não é do meu feitio.

Sou um urso mente aberta, só a mente, diga-se de passagem…

Não deixe de me seguir no Twitter, clique aqui. Não sabe que raio de Twitter é esse? Então clique aqui e fique sabendo.

Creio que essa questão é muito subjetiva, tem cara que gosta de massas, outro de carnes, outro gosta de ver a mulher dando… Vivemos em um mundo globalizado, o swing é europeu, as camisinhas são da china e sacanagem, não tenho dúvidas, foi inventada pelos romanos e aprimorada pelos brasileiros, portanto, tudo é possível.

Existem duas formas de encarar a situação, devem até existir mais, mas optei por duas correntes:

  1. O cara ama você
    Todos os casos que conheci onde havia amor, mas não havia o sentimento de posse, foram com pessoas muito equilibradas e bastante normais. Se for assim, admiro seu namorado, o cara é, certamente, uma pessoa muito evoluída e desprovida de apego sentimental. Eu não consigo ser assim e creio que a maior parte da população também não. Somos seres mundanos, dotados de sentimentos pequenos como posse e ciúme, além de mágoa e rancor.
    Acredito que o cara pode te amar e, realmente, querer fazer uma farra com os amigos sem que isso abale o relacionamento. Em outras culturas isso é uma prática natural e muito aceita, existem povos que ficam ofendidos quando a visita chega e não come a “sobremesa”. “Como assim, não vai dormir com a minha mulher? O senhor está insinuando que ela não é boa o suficiente?”.
    Talvez o uso de vibradores dê conta do recado. Já pensou nisso?
  2. O cara é underground
    Conheci também muitos caras piradaços que botam a mulher no cardápio (literalmente), oferecem para desconhecidos, botam na roda, em troca de algum prazer sexual, moral, financeiro ou só de sacanagem mesmo. Esses tipo de homem é completamente sexualizado, vê putaria em tudo, gostam de comer tudo o que aparece – “Quem dispensa é o exército!”. Isso não é exclusividade dos homens, tinha uma leitora que gostava de cenas de estupro, lembra dela?

O cara tá pouco se lixando com seu prazer, para ele basta o prazer dele. Se você se sentiu bem, ok? Se não, paciência… No outro bacanal você se dá bem…

Bom, vamos a aplicação da métrica em seu caso…

Pelo trecho “…meu namorado adora fantasiar na cama imaginando que estou transando com outros caras.“, fico tentado a afirmar que o meliante é underground.

Explico melhor, os caras que conheço do primeiro time, não consideram o sexo como um instrumento de posse. Esse pessoal se ama tanto que consegue separar o sexo do amor, ou seja, o homem poderia aceitar que outro a possuísse, contanto que com a concordância dele. A proposição só viria dele se achasse que, desta forma, estaria agradando você.

E ainda tem mais uma questão muito importante, quase todos os casos que conheço de homens que apenas gostariam de ver a mulher dando para outros caras, tem um quê de homossexualismo masculino. É verdade! O que tem de neguinho se fazendo de machão por aí afora, oferecendo o pão ao próximo apenas para poder observar o outro instrumento funcionando… Tem muito homem que esconde a homossexualidade atrás de um casamento, mas que depois de um tempo tenta arrumar “alternativas”.

Outro trecho importante é o “sempre me senti muito mal depois”. Ele mostra o seu desconforto com a situação e imagino que você já deva ter deixado isso muito claro ao respectivo, se o cara continua a lhe importunar é porque não respeita sua individualidade, a menos que no momento do sexo você esteja se sentindo a rainha da pornochanchada (Ex. A dama da lotação) e ele esteja percebendo isso. Seu sentimento de culpa é algo muito próprio de quem não concorda realmente com o que está acontecendo, chamo isso de”ressaca moral”.

O quê? Como é que é leitores? Mas e o swing?

Não vamos confundir as coisas, swing é swing, ménage é ménage. No ménage não rola troca, apenas divisão dos “espólios”. No swing pode haver ménage, mas o conveniente é haver troca de parceiro. Situações muito diferentes, mas isso é assunto para outro dia.

Para deixar mais clara a minha resposta, o cara pode ou não ser normal, porém demonstra ser uma pessoa que prega o prazer individual (o dele) e cabe a você decidir se isso vale a pena. Ah, pode ficar tranquila, você não embananou minha cabeça, já a de outro…

Agora me lembrei de outro caso parecido, mas bem mais cabeludo, clique aqui para ler.

Abraço do Urso

Comentários

comentários



Comentários

Powered by Facebook Comments

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )


Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails


Comentários

comentários