Por que ele broxou e desapareceu? O que aconteceu?

Querido urso, convidei um ex-ficante após dez anos de afastamento para vir ate até minha casa e enquanto o clima esquentava, eu sentia que o seu amigo não se empolgava muito, só ficava naquela meio mole, meio duro. No final das contas, acabou chegando uma visita inconveniente e não rolou nada. Após várias semanas fui encontrar o moço novamente, fomos pro hotel e as coisas foram rolando, mas o amigo sempre meia bomba. Eu fiquei na boa e estimulava o máximo que podia. Entre uma mudança de posição o treco murchou que eu ate achei que ele já tava satisfeito. Broxou. Mas enfim, terminado aquele momento ficamos lá nos curtindo e conversamos um pouco sobre outras coisas. Depois disso, ele sumiu, desapareceu, evaporou… Querido urso, me ajude a entender isso! Minha cabeça está a mil e toda hora eu me vejo como uma idiota que tomou o fora mais escroto do mundo e não quer enxergar e ainda fica ligando pra ele pra saber o que aconteceu. Bjos. Fernanda
Olá Fernanda, meus parabéns, você acaba de entrar para o seleto grupo das abandonadas pelos broxas, grupo muito amplo, mas ainda mais discreto do que extenso, pode reparar, existem mais músicas de cornos do que de broxas (vide duplas sertanejas).

Não fique triste, isso é comum, principalmente se você for muito feia ou chata, nesse caso, acostume-se. Porém, nem tudo está perdido, como já escrevi exaustivamente, esses critérios de avaliação são subjetivos, sempre haverá alguém que achará bonita e legal a mais escrota das mulheres. Não espere muito desse meliante também…

Achei muito divertida uma paródia do Poderoso Chefão que encontrei na web.
[youtube]AksCqFyn9fE[/youtube]

Supondo que a senhorita seja, digamos, “bem equipada”, fica realmente difícil entender o que levou o rapaz a refutar o rala e rola. Pelo que você descreveu, em duas situações distintas, separadas por um longo período, o rapaz manteve sua bandeira hasteada a meio pau. Provavelmente ele desconhece o trecho do hino “Verás que um filho teu não foge a luta”, está com alguns problemas pessoais ou é porque não gosta muito dessa fruta, mas diante de sua insistência resolveu tentar a sorte.

São duas situações distintas dentro da mesma pergunta: a broxada e a fuga. O engraçado é que você nem quer saber o que o levou a não funcionar, só quer saber o que fez o fugir depois… Só pode ser amor! Mulher relevando broxada é caso de paixonite, fora disso o pé na bunda costuma ser imediato.

Homem não serve para muita coisa, se não serve nem para foder, para que ter um?

Para infelicidade geral da nação feminina os homens estão broxando mais, isso é um fato. Nesse caso específico existem somente três tipos de homens: os que já broxaram, os que irão broxar e os que mentem. As mulheres têm mais facilidade, no momento crítico podem apelar para o gel íntimo e também para a imaginação. O que tem de mulher dormindo com um e sonhando com outro não está escrito…

O que anda acontecendo com os machões? Pressão!

Os constantes avanços da revolução feminina abalaram a confiança dos rapazes, principalmente, dos homens placebo. Depois que a mulher fincou a bandeira do orgasmo o homem nunca mais deu uma sem se preocupar com o resultado. Como boa parte dos homens acredita que o orgasmo é de responsabilidade única e exclusiva deles, ficam encanados nessa busca e acabam não conseguindo ter controle emocional e excitação para manter o bicho de pé.

Quero deixar claro que só pensam assim aqueles que não têm a menor idéia do que é uma mulher na extensão máxima da palavra. Se o orgasmo da mulher fosse tão fácil de ser obtido como o dos homens, o mundo seria outro, porém, ao contrário dos homens, a satisfação das mulheres só é possível através de uma conjuntura de fatores, muitos deles alheios aos esforços masculinos. É preciso ter clima, o gato dela não ter morrido, a unha não estar descascando, o carro não ter sido guinchado por estacionar em local proibido, a depilação estar em dia ou pelo menos “aceitável”, a luz estar apagada na presença de celulites e estrias e mais um monte de outras peculiaridades.

Óbvio que estou generalizando, se Deus criou a mulher, o Diabo fez com que cada uma fosse diferente para que não conseguíssemos aprender a lidar com elas, portanto, não é receita de bolo.

Junte toda essa pressão aos traumas que cada homem tem, uns acham que o pau não é grande o suficiente, outros acham que estão acima do peso, muitos se forçam a acreditar que as mulheres preferem os carecas, cada louco com a sua mania.

Fora isso, também tem os problemas do cotidiano, o trabalho, a concorrência, esses comerciais que mostram os homens com barriga de tanquinho, o Ben Affleck povoando os sonhos das namoradas e as mulheres deixando claro que os homens não podem broxar! É realmente sufocante! Se o cara não estiver focado, o pau não levanta mesmo! É claro que existem os casos de doença, fale com seu médico, eu falaria…

Simpatia para fazer o menino subir

Se eu for escrever todas as coisas que broxam os homens e as mulheres, não acabo essa resposta hoje, aliás, fica de sugestão para outras ocasiões, enquanto isso vou passar a simpatia do milho adiante. É muito fácil, você vai até algum lugar que venda milho, compra um pouquinho e diante da situação constrangedora, peça para o meliante deitar de barriga para cima. Coloque uma porção de milho próximo do umbigo dele e espere. Uma hora o pinto vai ter que subir para comer!

O que realmente aconteceu

Cara leitora, você não tomou o fora mais escroto do mundo, o cidadão apenas ficou envergonhado pelo desempenho pífio e achou melhor sumir do que assumir que broxa ou, muito pior, que nem é muito chegado na coisa… Nesses dez anos que vocês estiveram longe, muita coisa pode ter acontecido, não acha?

Sobram-lhe duas opções: dar mais tempo para ver o que acontece ou fazer a fila andar. O que o levou a se esconder é o de menos, o fato é que ele não quer mais lhe dar surra de PM (pau mole).

Até mais!

Segue também a melô do broxa:
[youtube]Jw6TnHYUkPg[/youtube]

Comentários

comentários



Comentários

Powered by Facebook Comments

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )


Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails


Comentários

comentários