Viúva de marido vivo, toma surra de PM e gosta! Só Urso explica.

Meu querido Amigo Urso. Tenho um ex-namorado… Ficamos esporadicamente (passamos 3 anos e meio juntos, e não consigo me separar dele totalmente aquela palavra ACABOU ainda não está muito clara). O problema é que ele broxa quase todas às vezes (a maioria delas) que fazemos amor. Numa noite / tarde ou manhã ele só consegue fazer uma vez, se eu quiser mais uma nem com reza brava, sem falar que ultimamente até na 1ª ele está com dificuldade (o pior é que não sou feia, nem mal arrumada não). Até conversei com ele para procurar tratamento, ele foi e depois disse que não estava gostando. Aí ele diz que me ama, mas não procura mudar. Desta forma acabei o namoro, fiquei com outro garoto, porém não parava de pensar nele. O que faço amigo Ursinho lindo? Beijos! Confusa.

Olá leitora Confusa, quero agradecer a massagem no meu ego por me chamar de lindo, mas isso apenas me alertou para que você, fora problemas psicológicos, teria também a visão atrofiada. A tv engana, mas nem tanto. É uma viúva de marido vivo!

Ainda bem que você usou um pseudônimo, não sei se eu conseguiria segurar a onda se o cidadão em questão fosse algum amigo ou conhecido…

Por outro lado, sinto uma certa inveja dele, não pelo fato dele ser broxa, mas sim por você ainda gostar dele, mesmo sendo igual a um peso de papel na escala de orgasmo feminino. Se meu rendimento fosse próximo desse, com certeza, estaria mendigando um encontro com alguma “perdida”.

Fala a verdade para o Urso aqui, está rolando uma compensação financeira, não é? Se não for isso, por favor, me apresenta o cara, ele deve ser o sujeito mais “boa-praça” e legal que existe nesse mundo.

Fora a amizade dele, vou convidá-lo para escrever um blog, algo como “minha vida sem o pênis”… Vai estourar de visitas! Como sei isso? Fácil, cara leitora confusa, os remédios mais vendidos do país são os destinados levantar os defuntos, não escreverei os nomes porque não estão pagando jabá… Sou um Urso mercenário!

Pelo que entendi você está vivenciando um pesadelo acordada, pois já é ruim ficar fazendo flashbacks, mas pior ainda é fazer um que te deixa, literalmente, na mão.

Assisti a um filme tempos atrás onde um cara não parava de reviver o dia enquanto não mudasse de postura, se bem me lembro chama-se “O feitiço do tempo”, acho que sua situação é semelhante, lembrando que a broxada é recorrente.

Já recebi centenas de e-mails de pessoas que não conseguem largar um ex-amor, isso é comum. Sempre são relatos cobertos de paixão ou raiva, mas o seu é diferente, no seu caso não há química sexual.

Existem broxadas e BROXADAS… Antes de saber o que fazer, sugiro que você chegue à origem do “problema”, tente descobrir o motivo do não comparecimento a recepção de seu parque de diversões.

Existem algumas possibilidades, devido ao seu relato posso presumir que o problema é clínico e o cidadão está evitando o tratamento, seja ele físico ou mental.

Se eu for pensar somente em você, acho que você tomou a decisão correta em largar o jardineiro que não faz a planta crescer. Porém, se você gosta mesmo do cara, dependendo do grau de problema psicológico que ele tem, você tomou a decisão errada. Explico melhor, geralmente, a tendência natural é a negação do problema e nesse caso ele precisaria de alguém para apoiá-lo.

O que me intriga é como vocês passaram quase quatro anos juntos, sendo ele um pingüim de geladeira, servindo, no máximo, de enfeite… Foi alguma promessa que você fez? Você permaneceu virgem por mais de três anos e só descobriu no final? A religião não permitia relações e por isso o baixo rendimento ficou escondido? Ah, talvez você queria ter entrado para o livro dos recordes como o relacionamento sem sexo mais duradouro do universo…

Outro pensamento ursolístico veio à cabeça, você deve ser fã de chocolate. E o que isso tem a ver com o homem rastejante? Até coisas moles a satisfaz.

Em minha modesta opinião, estando juntas duas pessoas adultas, saudáveis e maduras, já é difícil manter um relacionamento com química sexual, porém sem ela, é praticamente impossível. A fila anda!

Acabei de me dar conta que estou sendo ingênuo, acho que já sei quem você namorou… É aquele vocalista do Kiss, aquele da língua de lagarto! Agora tudo faz sentido! Ele não sabe bater na porta, mas sabe como tocar a campainha.

Beijoka do Urso!

Comentários

comentários



Comentários

Powered by Facebook Comments

Se cadastre para receber as atualizações por e-mail

* indicates required



/

( dd / mm )


Sexo e relacionamento – Frequência dos e-mails

Carreira e cotidiano – Frequência dos e-mails

Comportamento – Frequência dos e-mails

Educação e saúde – Frequência dos e-mails

Política e religião – Frequência dos e-mails

Comunicados oficiais – Frequência dos e-mails

Presença Online – Frequência dos e-mails


Comentários

comentários